Mindfulness com ou sem meditação

Alexandre Lunardelli

(23/11/2016)

Mindfulness, a habilidade de estar ciente e consciente da realidade assim como ela se apresenta, pode ser desenvolvida através de práticas formais ou de práticas informais. As chamadas práticas formais são as técnicas de meditação propriamente ditas e entre elas destacamos quatro principais: meditação enquanto sentamos, meditação deitado, meditação caminhando e meditação do movimento consciente. As práticas informais de mindfuness são todas as atividades do dia a dia, quando praticamos prestar atenção e estarmos presentes no que estamos fazendo: alimentação, deslocamentos, conversas e outras interações, cozinhando, lavando louça, esperando o elevador e etc.

As práticas formais de mindfulness potencializam a capacidade de gerenciar a atenção e estar presente

A prática mais comum da meditação é a prática enquanto sentamos. Para a maioria dos ocidentais, a postura mais confortável é sentar numa cadeira normal com os pés plantados no chão, o bumbum na cadeira (com os joelhos aproximadamente na altura da bacia) e a coluna ereta. A postura de lótus ou “meia lótus” da Yoga, assim como outras, são ótimas alternativas para aqueles que conseguem permanecer nessas posturas com conforto.

meditação mindfulness sentado
Meditação enquanto sentamos é a mais comum

Normalmente usamos a meditação deitada para fazer o “escaneamento do corpo”, mas nada impede de você fazer todas as suas práticas na postura deitada. Vários alunos contam que preferem deitar para fazer os diferentes exercícios. É uma questão de preferência pessoal. Outra prática formal é a meditação caminhando (“walking meditation” ou “mindful walking”) e neste caso também existem muitas variações e ela pode ser a sua prática principal. Finalmente temos a meditação usando os movimentos do corpo e aqui também existem várias alternativas. Talvez a mais conhecida entre nós seja a Yoga. Como diz Jon Kabat-Zinn, Yoga é meditação¹. Em todos os programas de mindfulness praticamos alguma forma de meditação em movimento².

mindfulness-deitado
Meditação na postura deitada também é uma das preferidas
As práticas informais são todas as atividades do dia a dia

Manter a atenção e a presença naquilo que você esta fazendo é praticar mindfulness e podemos fazer isso intencionalmente em todas as nossas atividades. Por exemplo, um exercício muito saudável e muito praticado nos vários programas de mindfulness é a alimentação consciente (“mindful eating”) que traz inúmeros benefícios para nossa saúde³. Outra prática muito comum é colocar nossa atenção na ou nas pessoas com as quais estamos interagindo. Por exemplo, no mundo corporativo, podemos adotar estratégias para aumentar muito a qualidade das reuniões e também a qualidade das interações entre os profissionais. Estimulamos nossos alunos a serem criativos e passamos lições de casa para todos praticarem no dia a dia.

O treinamento melhora o desempenho

Gostamos de fazer uma comparação entre a prática formal e informal com uma pessoa que queira aprender a jogar Voleibol (ou desenvolver qualquer outra habilidade). Esta pessoa pode aprender jogando, mas sem dúvida alguma, terá o processo acelerado se treinar diariamente. Treinar recepção, saque, levantamento e todos os fundamentos do Voleibol vai melhorar muito o desempenho dela no jogo. Da mesma maneira, quando nos dedicamos ao treinamento da atenção usando as técnicas formais, vamos melhorar muito nosso desempenho nas tarefas do dia a dia. Tudo é uma questão de treinamento e neste caso estamos falando de desenvolver os músculos da atenção. Podemos obter vários ganhos praticando enquanto jogamos, mas o treinamento, com certeza, ajuda muito.

1) Capítulo 6 do seu livro Full Catastrophe Living – página 94.
2) Livro Atenção Plena de Mark Williams e Danny Penman – página 101
3) The Surprising Benefits of Mindful Eating – http://www.huffingtonpost.com/dr-susan-albers/mindful-eating_b_1265865.html

Alexandre Lunardelli é sócio fundador da Academia de Mindfulness e desde 2012 conduz programas de treinamento para empresários, executivos, profissionais liberais, professores, artistas e estudantes. Instrutor certificado pela Mindfulness Trainings International (MTI), engenheiro agrônomo pela ESALQ-USP, com especialização em administração de empresas na FGV e MBA pela The Wharton School da Universidade da Pensilvânia.

Assine nossa newsletter para receber nossas publicações e saber mais sobre como Mindfulness pode te ajudar a desenvolver mais qualidade de vida e mais produtividade ao mesmo tempo.